Como oferecer condolências

Pergunta

Qual é a maneira islâmica de oferecer condolências? Qual é a regra sobre reuniões de luto?

Qual é a maneira islâmica de oferecer condolências? Qual é a regra sobre reuniões de luto?

Todos os louvores são para Allah.

Oferecer condolências significa confortar os enlutados, incentivá-los a mostrar paciência, lembrando-lhes da recompensa, e rezar pelos falecidos e pelos afetados por calamidades. Foi assim que os fuqaha’ (que Allah tenha misericórdia deles) definiram, incluindo al-‘Allaamah Ibn Muflih em al-Furu’ (2/229).

Sem dúvida, oferecer condolências é algo que torna mais fácil para o enlutado suportar a perda e ajuda a aliviar a dor e a angústia. Portanto, os ensinamentos islâmicos recomendam oferecer condolências àquele que foi atingido pela calamidade, de modo a alcançar o objetivo de cooperar na retidão e na piedade, mostrando paciência e aceitando a vontade e o decreto divino, e exortando uns aos outros a aderir à verdade e a demonstrar paciência.

Portanto, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) oferecia condolências aos seus companheiros quando eram atingidos pela calamidade, e os muçulmanos continuaram a oferecer condolências uns aos outros e a confortar-se mutuamente. Os estudiosos concordam por unanimidade que é prescrito e recomendado oferecer condolências.

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Você deve entender que oferecer condolências é encorajar as pessoas a mostrarem paciência, é dizer aquilo que irá confortar os enlutados, assim como diminuir a dor e mitigar a calamidade que se abateu sobre eles. É algo recomendado porque inclui ordenar o que é certo e proibir o que é errado. Também está incluído no versículo em que Allah, exaltado seja, diz (interpretação do significado): {E ajudai-vos, mutuamente, na bondade e na piedade.} [al-Maa’idah 5:2]. Esta é a melhor evidência que pode ser citada no que diz respeito à apresentação de condolências. E está comprovado no as-Sahih que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Allah ajudará uma pessoa desde que ela ajude seu irmão.”(Al-Adhkaar pág. 148-149) .

Condolências podem ser oferecidas com quaisquer palavras que tragam conforto à pessoa afetada e a encorajem a mostrar paciência e buscar a recompensa de Allah. Ash-Shawkaani (que Allah tenha misericórdia dele) disse: Qualquer coisa que possa ser dita à pessoa afetada para incentivá-la a demonstrar paciência é considerada como uma oferta de condolências, não importa o texto usado, e aquele que oferece condolências obterá assim a recompensa mencionada nos ahaadith” (Nail al-Awtaar 4/117).

Entre as frases de condolências que foram narradas pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) estão as palavras: “A Allah pertence o que Ele tomou, a Ele pertence o que Ele deu, e tudo tem um tempo determinado com Ele, então seja paciente e busque a recompensa.”

An-Nawawi (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

As melhores palavras que podem ser ditas ao oferecer condolências são aquelas que foram narradas no Sahihein de al-Bukhari e Muslim por Usaamah ibn Zaid (que Allah esteja satisfeito com ele) que disse: Uma das filhas do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) enviou-lhe uma mensagem, chamando-o para vir (até ela) e dizendo-lhe que um de seus filhos estava morrendo. Ele contou ao Mensageiro, que respondeu: “Volte a ela e diga-lhe que a Allah, exaltado seja, pertence o que Ele tomou, a Ele pertence o que Ele deu, e tudo tem um tempo determinado com Ele. E diga a ela para mostrar paciência e buscar a recompensa com Allah…”

Eu [an-Nawawi] digo: Este hadith é um dos maiores princípios do Islam, pois inclui muitos dos princípios fundamentais da fé e suas questões menores, bem como a etiqueta e a demonstração de paciência diante de todas as calamidades, preocupações, doenças e outros problemas. O que significam as palavras “A Allah, exaltado seja, pertence o que Ele tomou” é que o universo inteiro pertence a Allah, exaltado seja. Portanto, Ele não tomou o que te pertence; ao contrário, Ele retomou o que pertence a Ele, o que foi dado a você como empréstimo. O que significam as palavras “e a Ele pertence o que Ele deu” é que tudo o que Ele lhe dá não saiu de Sua posse; ao contrário, ainda pertence a Ele, glorificado seja, e Ele pode fazer com aquilo o que quiser. “E tudo tem um tempo determinado com Ele”, então não entre em pânico, pois o tempo para aquilo que Ele te tirou havia chegado ao seu fim determinado, então não poderia ser adiado ou antecipado. Depois de ter entendido tudo isso, demonstre paciência e busque a recompensa de Allah pelo que aconteceu com você. (Al-Adhkaar pág. 150).

Quanto ao local de apresentação de condolências e a forma como isso deve ser feito, não há regra específica. Isso pode ser feito reunindo-se na mesquita, na rua, no trabalho, ou falando ao telefone, enviando quaisquer tipos de mensagens, ou indo à casa da pessoa, ou fazendo qualquer coisa que as pessoas costumeiramente considerem como oferecimento de condolências. A hora de oferecer condolências começa a partir do momento do falecimento da pessoa, sendo recomendável apresentar condolências antes e depois do sepultamento. Isto não está limitado a apenas três dias.

Shaikh Ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

Não há horário e nem dias específicos para isso. Pelo contrário, é prescrito a partir do momento do enterro e depois. Apressar-se em oferecer condolências é melhor no caso de uma calamidade extrema, e é permitido oferecer condolências após três dias da morte do falecido, porque não há evidências que sugiram que haja qualquer limite de tempo” (Fataawa Islamiyyah 2 /43).

Em Fataawa al-Lajnah ad-Daa’imah (9/134) foi dito: Não há horário nem local específico para oferecer condolências. Fim da citação.

E Allah sabe mais.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to Top